Cultivo e Benefícios

Artigo Cientifico - Milho Transgénico: 21 anos de dados confirmam segurança e benefícios para saúde e ambiente

É comum o movimento anti-OGM, contra as culturas transgénicas, citar estudos com pouca credibilidade (até mesmo trabalhos fortemente refutados pela comunidade científica) na tentativa de colocar em dúvida a segurança da utilização de Organismos Geneticamente Modificados (OGM) na agricultura. Os cientistas fazem investigação mais profunda, analisam trabalhos de revisão e outros trabalhos independentes de investigação científica, para depois tirarem conclusões.

Neste contexto, um artigo científico publicado na revista Scientific Reports do grupo Nature, em Fevereiro de 2018, apresentou uma meta-análise de dados realizada para avaliar a segurança do milho geneticamente modificado (GM). Os autores do artigo concluíram que o milho transgénico traz benefícios para a saúde e para o meio ambiente.

Foram analisadas 6006 publicações científicas, de 1996 a 2016, sobre aspectos como produtividade, qualidade do grão, organismos não-alvo, organismos alvo e decomposição da biomassa do solo. Os dados de campo tiveram origem em diversas regiões do planeta: América do Norte e do Sul, Europa, Ásia e África. 

Os resultados indicam que as variedades de milho transgénico têm uma performance superior, quando comparadas com as de milho convencional, principalmente porque:

- Apresentam melhor qualidade de grão e permitem maiores produtividades;
- Reduzem a exposição a micotoxinas produzidas por fungos que se instalam nas feridas provocadas pelo ataque de insetos (elevada concentração de micotoxinas pode causar danos à saúde humana e animal) - ver exemplo na imagem em baixo;
- Não foram encontrados efeitos consistentes em organismos não-alvo.

Leia a notícia do CiB Brasil e o artigo científico com o título original "Impact of genetically engineered maize on agronomic, environmental and toxicological traits: a meta-analysis of 21 years of field data" na revista Scientific Reports.

Imagem: Maçarocas de milho Bt geneticamente modificado (à esquerda) e de milho convencional atacado por praga da broca e fungos (à direita). A colheita de milho foi realizada na região centro de Portugal. Fonte da Imagem: CiB Portugal


Share